terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Amizade antiga

Hoje é aniversário de uma amiga muito especial: Carol Martins ou Carol Importada, para os íntimos. E não é só por ser uma grande amiga que dedico esse post a ela, mas também por ser minha amiga mais antiga.

Nossa história é curiosa. Nos conhecemos no mesmo prédio quando éramos picurruchas, com 4, 5 anos (?). Quando a Carol completou 9 foi embora para os EUA. Passou um tempo lá, mudou-se para a África do Sul e, hoje, mora no Rio de Janeiro. Ou seja, em mais de 20 anos de amizade não passamos 5 anos morando na mesma cidade.

Carol e Carol: Carnaval 2011
O mais incrível disso tudo é que passamos anos sem nos falar e, hoje, com a facilidade das redes sociais, chegamos a ficar meses, mais de um ano sem nos ver ou conversar, mas quando nos encontramos parece que sempre estivemos juntas.

Eu constumava dizer que a Carol era meu alterego. Primeiro porque temos exatamente o mesmo nome, Ana Carolina. A idade é quase a mesma, ela é mais velha que eu 9 meses. E ela também tem uma pinta na testa (mas bem pequenininha)! Mas a Carol é o contrário de mim. A ansiedade é a mesma, é certo. Só que, ao contrário de mim, a Carol é um doce de pessoa, muito meiga e, à primeira vista, bem tímida. Digo à primeira vista porque quando entramos no mundo dela, vemos o quanto ela é engraçada e agitada.

Inteligente, fã do Nelson Mandela e de tudo que tenha relação com a África do Sul, gosto de acreditar que ela começou a incorporar o espírito carioca por causa de mim. Nem sei se foi mesmo, mas me lembro que no primeiro Carnaval que passei com ela no Rio de Janeiro, quando ainda éramos jovens de 23, 24 anos, ela não gostava muito de praia e de Carnaval. Hoje, sabe todos os sambas (apesar de não ter aprendido a sambar ainda), acho que a praia é menos assustadora (apesar de ela ainda ser carregada pelo mar) e conhece todos os melhores blocos de Carnaval do Rio. Não somos mais aquelas jovens animadas e bem humoradas de outrora e ano passado nosso Carnaval foi bem menos agitado do que o de 2007, mesmo assim foi uma delícia!

Bom, esse post era mesmo para dizer que adoro essa amizade e como gosto de saber que tenho uma amiga maravilhosa dessas que, não importa a distância que estivermos uma da outra, nem o tempo que ficamos sem nos ver, somo amigas de infância e, com certeza, para toda a vida.

Feliz Aniversário, Carol!