segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Sobre amor e saudade

[1]
Não precisávamos de muito, nossos olhares se cruzando tinham mais conteúdo que uma hora de conversa. Não precisávamos das palavras, o abraço falava por elas. Não precisávamos de consolo, a vida coloria no momento em que minha cabeça encostava no seu colo. Não precisávamos de nada, só estar perto, para que o mundo se tornasse um bom lugar para se viver.


[2]
Eu continuo achando o seu sorriso o mais bonito; ainda dou gargalhadas, sozinha, das suas gracinhas. Eu ainda acho o seu colo o mais acolhedor e sinto todo o amor que você me deu vivo dentro de mim. Ainda durmo pensando em você na maioria das noites, e sua imagem habita meus sonhos insistentemente.

[3]
esse amor, esse amor... não pode existir nenhum maior, nem mais verdadeiro. Esse amor, não.vai.morrer.nun.ca.