domingo, 16 de fevereiro de 2014

É engraçado.

É engraçado estar aqui onde foi sempre o seu lugar. O sotaque, o cheiro, a comida, as pessoas, é tudo como você descrevia. Até o clássico no estádio me lembra aquela foto do famoso PF que você sempre mandava, e eu ria. 

É engraçado pensar como isso fez parte do meu imaginário, e da imagem que construí de você, mesmo sem conhecer. Como você falava de tudo isso com tanta paixão, deixando imagens tão vivas e reais, como se eu já tivesse vivenciado tudo isso.

É engraçado voltar após tanto tempo e perceber que tudo mudou. A cidade continua a mesma, os aromas ainda são sedutores, o sotaque me encanta, mas não tem mais nada ligado a você. Vivi um outro lugar, com outras pessoas. Por mais que as lembranças venham, e seria impossível que não viessem, há cada vez menos de você em tudo o que eu faço. 

É engraçado como as coisas passam quando a gente se distrai e a vida acontece quando a gente para de esperar por ela, né?