segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Essa tal de Dona Vida...

Como diria um amigo (muito) querido, só essa tal de Dona Vida pode levar e trazer quando bem entender ;)

Só ela mesmo para nos derrubar, amparar, reerguer, alegrar, confundir, bagunçar, reinventar.

É só essa tal de Dona Vida a culpada por nossos planos feitos e desfeitos, a grande culpada pelas certezas e pelo montão de incertezas que elas trazem.

Ela, só ela é capaz de nos confundir, desconfundir, decepcionar e supreender.

É, Dona Vida, você foi dura. Mas desde quando eu passei a te entender melhor, você tem sido bem boazinha comigo. Obrigada.