sexta-feira, 1 de julho de 2016

Ela está na dela


Daqui a pouco você será passado, se já não é. Ela lembrará de ti apenas quando for contar para alguma amiga suas decepções amorosas. Se esquecerá daquela tarde, quando se apaixonou pela criatura antes de se apaixonar pelo criador.

Daqui a pouco você será devaneio. Desses que nem vale a pena lembrar porque não valeu a pena. Ela mal saberá dizer o que viu em você e , por vezes, nem lembrará o que houve entre vocês.

Daqui a pouco ela te esquece. Seja por uma nova paixão, seja por saber que nada vale mais que o amor próprio. Ela andará de cabeça erguida exibindo seu batom vermelho e deixando o rastro hipnotizando de seu perfume. E toda vez que se encontrarem, você vai lembrar do que tentava fugir: aquele sorriso, aquele charme, aquele jeito de beijar.

E, no fundo, ela sempre vai saber disso. E te acenará com um sorriso tímido, de canto de boca, como quem diz que você deveria ter aproveitado enquanto ela queria. Agora ela está em outra. Agora ela está na dela.