segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Apesar dos defeitos

Um amor nunca é grande se não for profundo, disso ela sempre soube. E é algo que a conforta bastante, ela sabe que ele nunca conseguirá se entregar como se entregou para ela. Aliás, ele nunca vai querer se entregar, descobriu que a superficialidade o satisfaz mais. Descobriu que é mais fácil viver rodeado de quem só enxerga o que ele quer mostrar, de quem só ama a parte boa. Percebeu o quanto é difícil ter alguém que ama as qualidades, mas, muito mais que isso, ama apesar dos defeitos. Isso é amar com profundidade. O resto é história de contos de fadas.